Sou tímida desde que me conheço por gente, mas ainda sim nem sempre entendo a timidez. Sigo lendo, escrevendo e compartilhando o que encontro para que facilite a compressão em algum momento. Na verdade sabemos do que se trata, mas nosso dia a dia sempre dá um jeito de inverter nossos pensamentos e nossa tendência é sempre seguir para o lado negativo.
Entendendo a Timidez parte II
Sou tímida desde que me conheço por gente, mas ainda sim nem sempre entendo a timidez. Sigo lendo, escrevendo e compartilhando o que encontro para que facilite a compressão em algum momento. Na verdade sabemos do que se trata, mas nosso dia a dia sempre dá um jeito de inverter nossos pensamentos e nossa tendência é sempre seguir para o lado negativo.
O que mais um tímido tenta e deseja é justamente deixar de ser tímido. Sua força para se afastar disso seria melhor empregada no oposto, em aceitar e entender sua timidez. Fato que quando nos entendemos e aceitamos, passamos a ser mais felizes. Afinal você pode fazer terapia e seguir todos os passo a passos, dicas e cursos para eliminar a timidez, porém cedo ou tarde você será pego de surpresa. A timidez vai perdurar. Acredite que nós, humanos, jamais poderemos superar totalmente. Mesmo as pessoas mais corajosas e auto-confiantes podem tornar-se envergonhadas, mesmo que elas não apresentam esse constrangimento exteriormente. 

Timidez = Medo

Isso faz sentido, já que a timidez é, essencialmente, uma forma de medo, principalmente o medo do que os outros vão pensar de nós. Algumas pessoas dizem que não importa o que os outros pensam delas, mas na melhor das hipóteses, elas não se importam com o que a maioria das pessoas pensam delas. Temos todo o cuidado com que certas pessoas pensam de nós, seja um cônjuge, pais, amigos, colegas, seja quem for. 

Quando você é muito tímido, você se importa com o que todo mundo pensa de você. E isso é ruim. Porque, na maioria das vezes, o que as outras pessoas pensam de você não é da sua conta. É tão óbvio que fica complicado de entrar em nossa cabeça. Se um estranho em uma boate está vendo você dançar e acha que você parece estúpido, bem, isso é problema dele. Se alguém está lendo o que escrevo, e acha que sou ignorante, alienada ou sei lá o que e pensa que estou errada sobre tudo, mais uma vez isso é problema dele. Nada a ver comigo.

Nem todos precisam gostar de você

Essa percepção permite um grande salto em sua maneira de agir com sua timidez. Nem todo mundo tem que gostar de você. Na verdade, é melhor que algumas pessoas não gostem de você, porque se você tentar agradar a todos, você acaba é agradando ninguém. Então, o melhor a fazer é descobrir o que você realmente quer, e depois trabalhar para agradar a si mesmo. 
Descobrir quais são seus valores e o que você realmente quer da vida, em seguida, trabalhar duro para viver esses valores e fazer a sua vida de sonho uma realidade. Ao fazer isso, você vai achar que você vai agradar a muitas pessoas que compartilham seus valores, e você provavelmente vai irritar muita gente que não. E isso é bom. Se você realmente quiser fazer uma diferença no mundo, você precisará criar um movimento, e para isso é importante manter as pessoas erradas fora de seu movimento, e as pessoas certas dentro dele.

parte adaptado de: http://www.ndoherty.com
Axact

Dani Fuller

Idealizadora do blog, é tímida e introvertida e em 2012 iniciou a mudança radical de mentalidade que permitiu iniciar sua própria revolução do "Ser eu Mesmo". Seu objetivo é ajudar o maior número de tímidos possíveis a também conquistarem sua independência metal e aprenderem que é possível amar seu jeito único de ser.

Qual sua opinião sobre isso?

0 comments: