segunda-feira, 6 de maio de 2019

Globo Repórter - TIMIDEZ - Aceitar e lidar, pois não tem nada de errado com você

Globo Repórter - TIMIDEZ - Aceitar e lidar, pois não tem nada de errado com você

Em meados de outubro de 2018 entraram em contato da produção do globo repórter querendo realizar uma matéria sobre TIMIDEZ.

Para uma pessoa tímida isso gera logo uma tensão e pânico. Conversar, falar sobre você, ser filmada e muitas pessoas te verem. A primeira reação é NÃO, NUNCA E JAMAIS.

Porém, a vida é interessante quando conseguimos enxergar as situações. No caso, para algo normal sobre qualquer outro tipo de assunto, eu não tomaria esse tipo de iniciativa. Para mim não seria importante ou o suficiente para eu dar um passo além.

>> TÍMIDA DEMAIS PARA GRAVAR VÍDEOS

Quem é tímido pode até considerar que algumas coisas ele jamais poderá fazer ou que não consegue fazer algo. Só que isso desaparece quando você se depara com algo que realmente você precisa fazer. Não é apenas uma pressão externa ou o seu ego te orientando.

Compartilho aqui desde 2012 situações e algumas dicas relacionadas a ser uma pessoa tímida. Também possuo redes sociais etc, mas seria interessante poder passar isso para um público ainda maior e que nem imagina ter algo assim.

É muito fácil estarmos envolvidos com temas que apontam timidez como um defeito e uma condição que precisa ser melhorada em uma pessoa. E se fosse possível passarmos a ouvir algo diferente disso?

Tudo sobre a timidez possui um marketing negativo

Até 2012 eu apenas havia visto algo positivo sobre a timidez lendo o livro O Poder dos Quietos, depois foi apenas quando passei a falar sobre isso. Acredito que tem muita gente por aí que também poderia ouvir algo positivo para variar um pouco.

Com tudo isso em mente eu precisaria fazer algo que jamais pensaria sobre qualquer outra coisa. Eu ia aparecer na câmera da globo e provavelmente falando.

Eu não tinha interesse em ter foco em mim, meu cotidiano e história de família. Queria que o grupo que ajudei a criar estivesse presente e daí surgisse algo a ser mostrado para esse programa sobre timidez.

Resumo da nossa participação pré-programa

Algumas pessoas foram sondadas, o Jonatas também conversou com a responsável e acho que procuraram personagens para desenvolver melhor a matéria. Mas a nossa parte ficou mais em gravar um encontro nosso que aconteceu no dia 08/12/2018 na Ilha Fiscal aqui no Rio de Janeiro.

Todas as semanas de antecipação a esse dia foram de muita ansiedade. Não havia o que se pensar e esperar, pois nunca tinha passado por algo assim. E o medo também de não ser encaminhado para uma história contada de forma positiva e diferente de tudo que já vimos antes.

Falar sobre timidez não é algo novo. Já expliquei antes no tipo de foco que costumam e fazer e já tivemos um programa do globo repórter sobre esse tema em 2012, porém no fim fica mais do mesmo. Que a Timidez existe, não é tão ruim, mas ela pode ser sempre 'melhorada' ou em alguns casos é preciso 'superar' para conquistar algo.

>> PARA VOCÊ PERDER O MEDO DA TIMIDEZ

E dessa vez como seria? Eu estava fazendo algo super fora da minha zona de conforto a favor de algo que eu acreditava que precisava ser mostrado. Mas será que a minha ideia seria realmente preservada?

Um programa de tv exige muitas horas de gravação, são vários quadros, profissionais e pessoas comuns. O programa final acaba com 39 minutos de duração. Qual seria a abordagem com maior peso?

No dia 06/05/2019 começaram a ser vinculadas propagandas nas redes sociais sobre o próximo programa que é TIMIDEZ. E o que eu temia até então está se concretizando. Aquela necessidade de sempre precisar dar uma tolerância a timidez conforme comentei antes é assustadora.

Parece mesmo que é impossível apenas falar da existência da timidez sem antes não comparar ela com alguma outra coisa. Veja esses exemplos de chamada:

→E vc, vai contando aqui histórias de como a timidez prejudicou (ou ajudou!!) a sua vida! ??
→ Num mundo que exige comunicação, postagens, ser solto, a timidez pode cobrar um preço muito alto - prejudicando relacionamentos e a vida profissional.
→ Como reconhecer uma criança tímida e o que fazer para que a timidez não seja um fator limitador?
→ O #GloboRepórter mostra os dilemas da timidez e como impedir que ela atrapalhe a sua vida.
→ O #GloboRepórter, desta sexta (10), aborda um problema que atinge um em cada quatro brasileiros: a timidez.
Sei que eu ando contra a maré, mas não parece ser tão complicado assim, certo?

Meu maior temor será que vai se concretizar?

Um trabalho jornalístico gosta de mostrar os lados da situação. Talvez formar uma narrativa que tenhamos mocinho e bandido, lado bom e lado mau. E isso parece acontecer também com a timidez.

>> GRUPO TÍMIDOS NO GLOBO REPÓRTER


Parece perigoso comentarmos apenas que existem pessoas tímidas e que elas passam todo tempo sendo desvalorizadas por todos e por elas mesmas por ser assim. E que se existisse uma outra forma de lidar com isso, é possível que elas apenas se tornassem tímidos comuns e até com uma certa autoconfiança.

Só que não é assim que a maior parte se sente. A tímida que eu já fui e quase todos que acompanho aqui nesse mundo da internet ou em todas as reportagens sobre o assunto, é que são pessoas tímidas que não suportam ser desse jeito. Acham sempre que perderam oportunidades e a maior vontade delas era de serem livres da timidez.

Então se o que for apresentado na tv é algo que mostrem os tais 2 lados da timidez e ainda que tenha exemplos de superação e os que conseguiram burlar de alguma forma isso. É evidente que as pessoas vão focar é no superar. Elas não gostam de ser tímidas, se alguém gosta disso é maluco, e a única coisa que importa é se ver livre da maldita timidez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acabaram de visitar